Farol baixo durante o dia pode se tornar obrigatório nas rodovias

O senado aprovou um projeto de lei que já é realidade em outros países e comprovadamente diminui o número de acidentes: o uso de farol baixo nas rodovias. A autoria é do deputado Rubens Bueno e o relator no Senado é o ex-policial rodoviário senador José Medeiros. Segundo o senador, durante os 20 anos em que trabalhou na fiscalização das estradas se deparava com muitos acidentes durante o dia, principalmente colisões frontais que poderiam ser evitadas.

O senador acredita que a medida reduzirá o número de acidentes. A intuição dele já foi comprovada na prática em outros países. Na Europa, os carros já vêm com um dispositivo que liga as luzes do farol quando o motorista dá partida. O Daytime Running Light (DRL) é previsto na legislação desde 2011. Nos Estados Unidos, desde 1995 a GM fabrica veículos com o DRL. Um estudo da montadora mostrou que 25 mil batidas foram evitadas depois da implantação do DRL.

Acidentes com pedestres, ciclistas e motociclas também podem ser evitados com o uso do farol baixo, de acordo com especialistas. “Um veículo com luzes acesas durante o dia torna-se mais rápido e fácil de ser notado por outros condutores, ciclistas, motociclistas ou pedestres. Ainda ajuda na segurança pois dá uma noção melhor de distância ao veículo”, diz o secretário-geral da Latin NCAP Alejandro Furas. A associação da qual ele faz parte analisou o impacto do uso do farol baixo e levou à implantação obrigatória do DRL no Uruguai.

Multa e pontos na carteira

Depois que a lei for sancionada, o motorita que não utilizar o farol baixo durante o dia perderá 4 pontos na carteira e terá que arcar com multa de R$85,13. Em vias comuns, nas cidades, as luzes dianteiras poderão ficar desligadas, pois por causa da sinalização e maior fiscalização os riscos e número de acidentes são bem menores.

“Há um alto número de acidentes nas estradas, que poderiam ser evitados com o uso do farol baixo. Na cidade mesmo o número é menor, porque tem semáforo e o controle de segurança é maior”, explica o deputado Bueno, sem pretensão de expandir o projeto.

Fontes: Autoesporte | Carros Uol

About Auto Escola Coimbra

Deixe uma resposta